Ondjaki é o primeiro convidado do Quintal da Língua Portuguesa

fev 9, 2021 | Press Releases

Escritor angolano conversará sobre as interfaces culturais e artísticas do universo das obras literárias dos países que falam o idioma. O bate-papo, online, acontecerá no dia 13, às 14h (Brasília), às 17h (Lisboa) e às 18h (Luanda)

 

O escritor angolano Ondjaki abrirá a programação do projeto internacional “Quintal da Língua portuguesa”, realizado pelo Instituto de Leitura Quindim (Brasil), em parceria com o Bichinho do Conto (Portugal), e a Kacimbo Produção Cultural (Angola). No bate-papo, online, Ondjaki irá propor discussões sobre as interfaces culturais e artísticas do universo das obras literárias dos países falantes do idioma português. A conversa acontecerá pelo Zoom, no dia 13, às 14h (horário de Brasília), às 17h (horário de Lisboa) e às 18h (horário de Luanda). Inscrições no site do Instituto de Leitura Quindim no link https://bit.ly/36BUfSv.

Nascido em Luanda, Ondjaki é poeta e escritor, tem livros traduzidos na França, Inglaterra, Alemanha, Itália, Espanha e China. É autor, entre outros, das obras “E se amanhã o medo” (2005), “AvóDezanone e o segredo soviético” (2008) e “Os Transparentes” (2012). Conquistou o Prêmio da Fundação Nacional para o Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), em três oportunidades: 2010, 2013 e 2014. Também foi agraciado com o Grinzane for Africa Prize – Young Writer (Etiópia/Itália, 2008) e com o Prêmio José Saramago (2013) e com o Littérature-Monde (França, 2016).

Participar do “Quintal da Língua Portuguesa” é estar aberto para trocar experiências e conceitos sobre as diferentes culturas que falam o mesmo idioma, conforme explica Ondjaki. “É muito prazeroso estar neste projeto em que a diversidade, a interculturalidade e as singularidades culturais se cruzam para crescer. Ver, ouvir, debater e aprender, são coisas bonitas que poderemos encontrar neste quintal”, exalta.

Criado em 2011, no Rio de Janeiro, por um grupo de artistas, dentre eles os autores Edna Bueno, Lucília Soares, Ninfa Parreiras, o presidente do Instituto de Leitura Quindim, Volnei Canônica, e o próprio Ondjaki, o Quintal retoma o projeto reunindo escritores, editores, especialistas, estudiosos e leitores para conversar sobre a relação de cada convidado com a Língua Portuguesa, explorando o fazer literário e a arte, sempre promovendo a troca de ideias, experiências e sotaques. A curadoria dos encontros contará com o time original incluindo Mafalda Milhões. A logomarca do projeto foi criada pelo premiado ilustrador pernambucano André Neves.

Os encontros acontecerão sempre no segundo sábado de cada mês, ao longo de 2021. Os próximos dois convidados a participar dos bate-papos serão o autor português Afonso Cruz (13/03) e a poeta brasileira Cida Pedrosa (10/04), às 14h (horário de Brasília) e 17h (Lisboa). O investimento para participar da conversa será de R$ 50,00 para o público em geral e de R$ 25,00 para conveniados das entidades parceiras (Senalba, Sinpro e Sindserv Caxias do Sul). Ex-alunos dos cursos do Quindim podem solicitar desconto no e-mail institutodeleituraquindim@gmail.com .

Sobre o Quindim

O Instituto de Leitura Quindim nasceu em 2014 com o nome de Centro de Leitura Quindim e, inaugurou sua sede física em 2018 a partir de um desejo do idealizador Volnei Canônica, de formatar um espaço democrático onde crianças, jovens e adultos pudessem ter acesso à literatura infantil e juvenil de qualidade, além de conteúdos teóricos sobre esse universo. Empréstimo de livros, contação de histórias, exposições, encontros com autores e lançamento de livros, cursos, seminários, curadorias, assessoria de eventos literários e oficinas, são algumas das atividades gratuitas ou com custo acessível, disponíveis no instituto tanto para agendamento com grupos escolares e universitários, quanto para a comunidade em geral.

Please follow and like us: