Mais de 188 mil associados da Sicredi Pioneira participam das assembleias digitais até 31 de março

mar 18, 2022 | Press Releases

Resultado líquido teve incremento de quase 45% em relação ao ano anterior 

 

Uma transmissão online na última segunda-feira (14) marcou a abertura do principal momento de conexão entre os associados e a Sicredi Pioneira. O Conexão Pioneira – Assembleias 2022 é o período onde todos os mais de 188 mil associados da cooperativa podem votar e decidir o futuro da instituição financeira. As votações seguem até as 16h do dia 31 de março no site sicredi.com.br/assembleias. 

 

Em 2021, o resultado líquido foi de R$ 87.397.368,50, o que representa um crescimento de 44,5% em relação ao ano anterior (R$ 60.459.593,76). Na assembleia, a distribuição deste valor é colocada em pauta para votação dos associados, que devem decidir sobre tópicos como quanto será devolvido diretamente ao associado e a forma como essa devolução será feita, definindo inclusive o percentual em conta corrente e conta capital. Anualmente, os associados recebem dois tipos de retorno: os juros ao capital e a distribuição dos resultados. O primeiro, é percentual e distribuído a todos os associados, independentemente do seu valor e da sua movimentação na conta corrente, sendo calculado sobre a conta capital. 

 

Já a distribuição de resultados é um dos maiores símbolos do cooperativismo. Ela é proporcional à contribuição do associado com o desenvolvimento da cooperativa. Aqui, vale o quanto ele se envolve, o quanto movimenta a sua conta e mantém esses valores na comunidade. A distribuição de resultados é o retorno do que o associado ajudou a construir ao longo do ano ao utilizar os serviços e produtos da Sicredi Pioneira. Além da distribuição de resultados, os associados votam sobre a aprovação das contas, os pareceres de auditoria das contas apresentadas, valor destinado ao Fundo Social e a eleição do conselho fiscal e dos coordenadores de núcleo.

 

Conforme o presidente do Conselho de Administração da Sicredi Pioneira, Tiago Luiz Schmidt, os resultados de 2021 refletem uma maior compreensão por parte dos associados dos benefícios alcançados em movimentar com a cooperativa, especialmente das pessoas que ainda não faziam parte do movimento cooperativo do Sicredi. “Em função disso, tivemos esse crescimento de quase 45% no resultado, atrelado a uma retomada dos segmentos econômicos da nossa região, especialmente os vinculados a turismo e serviços, além da indústria. E todos esses segmentos aquecidos acabam também refletindo no crescimento do comércio”, salienta Schmidt.  

 

Caso o associado não consiga acessar ou tenha dificuldades com o uso de meios digitais, todas 43 agências da Sicredi Pioneira contam com espaços e colaboradores dedicados para auxiliar no processo. Também é possível tirar dúvidas por meio do WhatsApp (51) 3358.4770. 

 

“Tivemos uma boa aceitação no ano passado das assembleias digitais e, nesse ano, mais ainda. A nossa grande expectativa, que infelizmente não foi esse ano e deve ocorrer no ano que vem, é passar a ter o modelo híbrido, que é voltar a ter as assembleias presenciais, possibilitando a participação para os sócios que têm preferência por esse modelo, ao mesmo tempo que vamos manter as assembleias digitais para viabilizar aos associados que tenham alguma dificuldade do presencial possam participar também”, afirma o presidente. 

 

Mais de R$ 102 milhões em riqueza gerada 

Em 2021, a riqueza gerada pela Sicredi Pioneira chegou a R$ 101.949.280,99, crescimento de 23,5% em comparação a 2020 (R$ 82.566.905,91). O montante é calculado a partir da comparação entre as taxas e tarifas da Sicredi Pioneira e os custos médios praticados por bancos tradicionais. Ou seja, é o valor que o associado economiza apenas por ser sócio de uma cooperativa e fazer seus negócios com ela. Ao pagar taxas e tarifas menores, os associados deixam de gastar valores significativos durante o ano, dinheiro que fica na economia local e se transforma, por exemplo, em alimentação, uma reforma no fim do ano, uma viagem ou curso profissionalizante. 

 

Fundo Social e demais programas 

As assembleias também decidem a porcentagem destinada ao Fundo Social e fundos educacionais. Em 2021, foram destinados R$1.675.814,89 para 253 projetos na área de abrangência da cooperativa. O Fundo Social é o programa de maior abrangência comunitária da Sicredi Pioneira que destina parte dos resultados da cooperativa para projetos com foco educacional, cultural e esportivo de inclusão. 

 

Escolha dos representantes 

Os coordenadores de núcleo são os representantes eleitos, nas assembleias, por cada núcleo de associados e representam as decisões tomadas pelos associados em Assembleias de Núcleos. Os coordenadores de núcleo são “os olhos e os ouvidos” dos associados na cooperativa. Ao mesmo tempo, devem ser uma referência da cooperativa nas comunidades onde atuam, levando informações relevantes para todos os associados sobre decisões que interfiram no desenvolvimento desse empreendimento coletivo. Eles exercem um papel de liderança e representatividade. 

 

Como votar 

Para participar basta acessar o site sicredi.com.br/assembleias e seguir o passo a passo: 

1º – Na página inicial, clique em “Acessar Assembleia”;  

2º – Se você já tem o cadastro, acesse com o seu CPF e senha; 

3º – Se você ainda não se cadastrou, clique em “Quero me cadastrar”; 

4º – Após inserir as informações, valide o código enviado no seu e-mail e celular; 

5º – Escolha uma senha e confirme as informações; 

6º – Pronto, agora você já tem acesso à assembleia deste ano! 

Perspectiva otimista para 2022 também motiva a retomada da empresa aos eventos presenciais, evidenciando a marca e sua linha de produtos solar fotovoltaica

 

O segmento de energia solar registrou um ano histórico em 2021, quando de janeiro a dezembro foram gerados mais de 3,5 GW (gigawatts) de potência instalada em residências, fachadas e pequenos terrenos, conforme dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Este recorde histórico superou os 2,68 GW, referentes a 2020. Tais números – reforçados pela crise híbrida brasileira que condicionou o aumento do custo da energia elétrica, fazendo com que os consumidores buscassem alternativas mais econômicas – prospectam um 2022 ainda mais promissor para o setor de energia solar no país.

Atenta ao atual cenário, a MATV Sul Eletrônicos espera superar o crescimento de 145% do ano passado no comparativo a 2020, apenas na linha solar, um dos setores que constitui maior exponencial de vendas para a empresa. “O segundo semestre de 2021 representou cerca de cinco vezes mais vendas e o dobro no faturamento em relação ao primeiro semestre daquele ano”, ressalta Júnior Simon, gerente dos Canais de Solar da MATV Sul. Atuando como distribuidora de produtos para energia fotovoltaica, a empresa, sediada em Caxias do Sul, mas com unidades espalhados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e um centro logístico no Ceará, aponta um crescimento uniforme em todo mercado nacional. Em ambos os estados do Sul do Brasil, onde possui filiais, a MATV Sul tem efetivado maior demanda nas regiões Central, Norte e Serra Gaúcha, bem como o Sul catarinense. Os setores residencial e comércio/indústria demonstram consumo equilibrado na

carteira de clientes, uma vez que o primeiro reúne maior quantidade de sistemas solares adquiridos enquanto o segundo contabiliza potência instalada superior. “Os primeiros meses do ano costumam se caracterizar pelo movimento comercial tímido, porém na última semana de janeiro já observamos boa procura pela energia solar”, informa Simon, ao lembrar que a homologação do Marco Legal da Geração Distribuída (Lei 14.300/2022) possa ter despertado o interesse dos consumidores.

Festa da Uva e Fórum Estadual de Energia Solar

A perspectiva otimista do segmento solar para 2022 motivou a retomada da MATV Sul Eletrônicos aos eventos presenciais. De 18 de fevereiro a 6 de março, a empresa será uma das expositoras da 33ª Festa Nacional da Uva, com estande voltado à divulgação da marca e à linha de energia solar fotovoltaica no Centro de Eventos, junto ao pavilhão 01 – Multissetorial, em Caxias do Sul. Considerada o maior evento comunitário do Sul do país, a Festa Nacional da Uva celebra a cultura dos imigrantes italianos, que fizeram da região da Serra Gaúcha, a sua morada.

No período de 17 a 18 de março, a empresa também participa com estande (nº 10) do II Fórum Estadual de Energia Solar, que acontece no Centro de Eventos de Nova Petrópolis. O Fórum objetiva ampliar o conhecimento do público sobre investimentos e tecnologias em energia solar, contemplando programação que visa conectar empresários do setor e estimular novos negócios com segurança, credibilidade e melhor gestão de tecnologias em energia solar. Em 19 de março ainda será realizada a Feira Solar, na Rua Coberta de Nova Petrópolis. Aberta ao público, a feira vai divulgar as aplicações em energia solar em residências rurais, comércios, indústrias e junto ao setor automotivo elétrico, estreitando as relações comerciais entre fornecedores e clientes finais. “Serão duas oportunidades para atualizarmos informações sobre um segmento potencial de mercado, além de

apresentarmos nossos produtos, serviços e diferenciais, reforçando o relacionamento entre as partes envolvidas. 2022 promete ser um ano de muito trabalho e renovação”, reitera Eduardo Borba, gerente de Marketing da MATV Sul Eletrônicos.

MATV Sul Eletrônicos

Prestes a completar 37 anos de fundação, a MATV Sul Eletrônicos possui em seu portfólio uma linha completa de equipamentos de segurança, telefonia, redes, antenas e energia solar, automação comercial e, mais recentemente, o segmento de gamer, linha de som para ambientes e empresariais. Além das unidades em Porto Alegre (Zona Norte e Zona Sul), Novo Hamburgo, Santa Cruz do Sul, Xangri-lá e Criciúma (SC), a MATV Sul investiu na abertura de um Centro Logístico em Maracanaú (Ceará), visando à maior proximidade com os clientes, baseada na excelência do atendimento, logística e distribuição de soluções de qualidade.

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

 

 

 

Please follow and like us: